EDP e USP fecham parceria para desenvolver redes inteligentes

Através do convênio, serão realizadas pesquisas e testes de novas tecnologias de smart grids em Aparecida, interior de São Paulo.

Crédito: EDP Pita Abreu, da EDP Brasil: projeto piloto para a tecnologia

A EDP no Brasil, empresa do Grupo EDP Energias de Portugal, firmou nesta semana um acordo de cooperação com a Universidade de São Paulo (USP) para o desenvolvimento da tecnologia de redes inteligentes de distribuição de energia.

O acordo, fechado para cinco anos, terá como áreas prioritárias de desenvolvimento geração distribuída, eficiência energética, iluminação pública eficiente, opções tarifárias e outros.

“A parceria estabelecida visa o aprofundameno dos estudos sobre redes inteligentes para distribuição de eletricidade no Brasil, unindo a experiência e a capacidade de inovação da EDP com a capacidade de geração de conhecimento da USP na procura de soluções inovadoras”, avalia António Pita de Abreu, diretor-presidente da EDP no Brasil.

A ação em redes inteligentes faz parte da estratégia mundial de investimento em inovação do Grupo EDP e a parceria prevê a realização de estudos conjuntos para o desenvolvimento de novas tecnologias e soluções na área.

A assinatura desta parceria com a USP acontece uma semana depois de a empresa ter anunciado que obteve a homologação pelo Inmetro do primeiro medidor inteligente nacional no setor elétrico brasileiro. O medidor homologado foi desenvolvido com tecnologia totalmente brasileira e dentro dos requisitos exigidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Os equipamentos estão sendo implantados na cidade de Aparecida, na região do Vale do Paraíba, área de concessão da EDP Bandeirante, como parte do projeto-piloto da primeira Cidade Inteligente do Estado de São Paulo. Segundo a companhia, o projeto reunirá iniciativas únicas de inovação e sustentabilidade, “representando um marco pioneiro no setor”

Fonte: Jornal da Energia