Consumo de energia elétrica cresce 8,1% no país até novembro

No mês, demanda nacional teve expansão de 4% sobre mesmo período de 2009

Danilo Oliveira, da Agência CanalEnergia, Consumidor
22/12/2010

O consumo nacional de energia elétrica totalizou 35.378 GWh em novembro, o que representa alta de 4% sobre o mesmo período de 2009. No acumulado do ano, o consumo do país cresceu 8,1%. Os dados constam na resenha mensal da Empresa de Pesquisa Energética divulgado nesta quarta-feira, 22 de dezembro. Segundo o balanço, as classes residencial e comercial seguem em expansão, mesmo com significativa influência negativa de temperaturas mais amenas nas regiões Sul e Sudeste.

No Nordeste, o consumo de novembro totalizou 6.128 GWh em novembro, alta de 7,4% sobre os 5.706 GWh apurados em igual período anterior. No acumulado até novembro, o Nordeste obteve consumo de 64.888 GWh, 9,5% acima dos 59.276 GWh registrados de janeiro a novembro do ano passado. O consumo residencial na região teve crescimento de 12,3% até novembro.

No Sudeste, a demanda por energia registrou expansão de 3,4%, chegando a 18.970 GWh em novembro, contra 18.350 GWh no mesmo mês de 2009. No acumulado do ano, o consumo na região alcançou os 205.628 GWh, ante 189.267 GWh em igual período de 2009, o que corresponde ao crescimento de 8,6%. Segundo a EPE, o modesto crescimento no consumo residencial (2%) está associado ao desempenho verificado no Rio de Janeiro (-7,2%) e à diferença de menos quatro graus na temperatura média.

A região Centro-Oeste fechou novembro com consumo de 2.229 GWh, alta de 4,8% em relação aos 2.128 GWh consumidos no mesmo mês de 2009. No acumulado até novembro, a demanda atingiu os 24.004 GWh, aumento de 5,3% sobre os 22.804 GWh. A região verificou taxa de crescimento de 5,2% no segmento residencial.

No Sul, o consumo cresceu 1,8% em novembro, chegando a 5.799 GWh, ante 5.696 GWh no mesmo mês do ano passado. De janeiro a novembro, o consumo totalizou 64.724 GWh, 6,3% acima dos 60.883 GWh. A região registrou contração de 1,0% no consumo residencial, influenciado pela temperatura.

A região Norte cresceu 5,6% em novembro, fechando em 2.253 GWh, contra 2.132 GWh. No acumulado do ano, o consumo na região totaliza 23.692 GWh, contra 21.961 GWh no mesmo período anterior. A região cresceu 8,5% seu consumo residencial, apesar do modesto desempenho do Amazonas (3,1%).

Fonte:Canal Energia