Cemig assina contrato que vai contribuir com a eficiência energética em MG

Minas Gerais – O contrato com o Consórcio Minas Smart Eficiente para a realização de diagnósticos de eficiência energética no âmbito do convênio firmado entre a Companhia e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) foi assinado, semana passada, pela Cemig. O convênio de cooperação técnica, assinado em 2011, vai contribuir com a eficiência energética em Minas Gerais, através da revisão e aprimoramento da metodologia utilizada para aplicação de diagnósticos energéticos em unidades consumidoras.

Por meio do contrato, o Consórcio Minas Smart Eficiente, vencedora do processo seletivo, ficará responsável pelos seguintes diagnósticos: monitoramento e gestão do consumo energético de residências e programa de gestão energética de órgãos públicos. O contrato contempla ainda a realização de consultoria e a compra e instalação dos equipamentos que serão utilizados para a medição do consumo de energia, no valor total de R$ 1,9 milhão, que será custeado pelo BID a fundo perdido. O convênio tem o valor de R$ 2,4 milhões, sendo que o restante será de responsabilidade da Cemig.

De acordo com o diretor de Distribuição e Comercialização da Cemig, Ricardo José Charbel, os resultados esperados pela implantação do convênio vão contribuir para a otimização na utilização da energia elétrica, divulgação de medidas visando evitar o desperdício de energia elétrica, o crescimento sustentável, postergação de investimento em ampliação do sistema elétrico e, principalmente, preservação do meio ambiente.

Serão obtidos, ainda, subsídios e informações que permitirão à Cemig elaborar e direcionar campanhas de orientação ao uso racional de energia elétrica, com destaques para os resultados benéficos para a preservação do meio ambiente.

Medição online

Nas unidades consumidoras participantes dos diagnósticos, está prevista a utilização de sistema de medição e monitoramento que vai permitir leituras dos parâmetros de consumo de energia elétrica online, via internet, obtidas em um intervalo máximo de um minuto, com posterior análise e geração de conhecimento a partir dos dados obtidos.

O estudo permitirá avaliar a tecnologia de medição a ser utilizada bem como será a primeira experiência do gênero, o que possibilitará ainda uma interação direta entre o consumidor e a Cemig, quando poderão ser fornecidas informações sobre a forma de consumir energia elétrica de forma a evitar desperdícios.

As medições serão acessíveis via internet à Cemig, durante todo o período de duração do projeto, o que permitirá avaliar, entre outros itens, variações temporais de curta e longa duração e a sazonalidade do consumo de energia elétrica.

Será instalado também, na unidade consumidora, um visor de monitoramento de consumo, que permitirá, ao consumidor, o acesso via internet do histórico de 30 dias do perfil de utilização das cargas elétricas monitoradas individual e coletivamente. Essas informações permitirão ao consumidor verificar a forma de utilização da energia elétrica, o que, certamente, o estimulará a utilizar hábitos de consumo que permitam consumir energia elétrica racionalmente.

Fonte: PROCEL INFO