Impressora 3D de baixo custo feita no Brasil

A expectativa é competir com os projetos open-source de impressoras 3D, atendendo principalmente pequenas e médias empresas.

A expectativa é competir com os projetos open-source de impressoras 3D, atendendo principalmente pequenas e médias empresas.

Impressora 3D de baixo custo

Rodrigo Krug, 26 anos, construiu 12 protótipos até chegar ao modelo final de sua impressora 3D.

O equipamento funcionou tão bem que agora Krug já é dono da Cliver Tecnologia, start-up instalada na Incubadora da PUC do Rio Grande do Sul (PUCRS).

A empresa emergente é responsável pela produção pioneira de impressoras 3D totalmente nacionais e de baixo custo.

“Queríamos uma máquina de baixo custo e que qualquer pessoa pudesse operar, e esse foi o ponto mais desafiador”, conta ele.

Além do baixo custo de aquisição, outro grande diferencial do equipamento é o baixo custo operacional.

Segundo os cálculos do empresário, uma peça que custa R$ 5 para ser fabricada na impressora 3D nacional pode chegar a custar mais de R$ 600 em modelos importados mais sofisticados.

Peças impressas no equipamento nacional de prototipagem rápida, ou fabricação aditiva.

Peças impressas no equipamento nacional de prototipagem rápida, ou fabricação aditiva.

Pronta entrega

Contudo, se os objetos fabricados pela impressora 3D ficam prontos rapidamente, é necessário esperar para receber a impressora – o empresário está negociando parcerias com investidores para ampliar a produção, a fim de contar com equipamentos para pronta entrega.

Krug afirma já ter vendido 60 unidades da impressora e ter uma lista de espera que ultrapassa 70 unidades.

Com um preço de R$ 4,5 mil, a expectativa é competir com os projetos open-source, atendendo principalmente pequenas e médias empresas.

Fonte: inovação tecnológicalogopet (1)