Essa empresa está construindo exoesqueletos para aprimorar os seres humanos

Um dos medos mais presentes quando o assunto é a evolução da robótica é que esses robôs e sistemas automatizados acabem substituindo o ser humano em uma imensidão de atividades. É verdade que muitos empregos, especialmente os braçais e repetitivos, podem estar ameaçados com a chegada das máquinas, mas, no que depender da Sarcos, o ser humano terá suas habilidades potencializadas com a robótica.

A empresa norte-americana está construindo exoesqueletos e robôs em escala humana que são projetados para aumentar a nossa capacidade física. Com um maquinário do tipo, seremos capazes de transportar objetos extremamente pesados, entre outras atividades do tipo, mantendo um ser humano ali, que não será substituído por um robô.

De acordo com o CEO Ben Wolff, a ideia é usar a tecnologia para salvar vidas e prevenir o desemprego, com previsão de lançamento de um primeiro modelo de exoesqueleto para o final de 2019. “Nós queremos tornar a vida das pessoas melhor, queremos manter sua segurança e queremos dar aos empregadores e trabalhadores a habilidade de sermos mais produtivos e eficientes sem a necessidade de substituir humanos por robôs”, declarou o executivo.

Tudo isso porque, segundo uma pesquisa recente publicada no National Bureau of Economic Research, a cada novo robô inserido na economia dos Estados Unidos, 5,6 trabalhadores ficam sem emprego. Ainda, previsões do International Data Corp mostram que, até 2019, 30% das grandes corporações terão robôs atuando em funções específicas. O instituto prevê, também, que os salários em geral cairão em pelo menos 60% até 2020 por conta do uso de robôs.

O exoesqueleto da Sarcos é uma espécie de veículo que pode funcionar por meio de baterias, diesel ou gás natural, contando com um ou dois braços capazes de levantar cargas de até 453 quilos sem nenhum tipo de esforço por parte da pessoa que operar o maquinário, que também pode ser controlado remotamente. Confira mais no seguinte vídeo:

E aí, qual foi a sua reação com esse post? Comente e compartilhe com seus amigos.

Fonte: CanalTech

logo_pet2