Cientista desenvolve robô a partir de células vivas do coração

Misturar biomateriais, eletrodos e células vivas do coração era algo muito complicado para inúmeros cientistas por todo o mundo. Porém, Ali Khademhosseini, pesquisador da UCLA, conseguiu criar um sistema robotizado que pode imitar a natureza com tais componentes.

O primeiro resultado relevante do projeto dele foi um pequeno robô de 10 mm de comprimento muito parecido com uma raia, inclusive no quesito habilidade de nadar na água – ou em fluidos mais densos. Segundo ele, foram utilizados “composto de células cardíacas vivas, dois tipos de biomateriais especializados para suporte estrutural e eletrodos flexíveis”.

Raia

Uma das funções que inspiraram o cientista foi a utilização para pessoas que sofrem de problemas de saúde. “Este avanço pode ser usado para terapias médicas, como manchas de tecido personalizadas para fortalecer o tecido muscular cardíaco para pacientes que sofrem de insuficiência”, afirma Khademhosseini.

Khademhosseini

O projeto ainda não foi testado com humanos ou animais; entretanto, com os avanços tecnológicos, não vai demorar muito para vermos essa raia robô no coração das pessoas.logo_pet2

Fonte: Tecmundo

É sério isso? Vai sair deste artigo sem deixar seu comentário? Comente aí!