Cientistas belgas estão desenvolvendo um dispositivo que limpa o ar e gera energia ao mesmo tempo

Para salvar o meio ambiente, a humanidade precisa fazer duas coisas: reduzir gases nocivos e produzir mais energia a partir de fontes de energia “verdes”. Enquanto muitos dos projetos de pesquisa têm tentado abordar estes independentemente, poucos fazem ambos ao mesmo tempo.

Cientistas da Universidade de Antuérpia e da Universidade de Leuven na Bélgica estão desenvolvendo um dispositivo que limpa o ar e gera energia ao mesmo tempo. Baseia-se num processo denominado “fotocatálise heterogênea”, que utiliza luz e um catalisador especial (tipicamente um semicondutor) para desencadear uma reação química.

A equipe de pesquisa utilizou célula fotoeletroquímica, que usa uma célula solar para produzir hidrogênio de forma semelhante à eletrólise que separa a água. Tem dois “quartos”, de acordo com o professor Sammy Verbruggen, separados por uma membrana para isolar os dois processos. O ar é purificado de um lado com um foto-ânodo, enquanto o hidrogênio é gerado a partir de “uma parte do processo de degradação” com um cátodo escondido atrás da membrana de eletrólito sólido.

Segundo Verbruggen: “No passado, essas células foram usadas principalmente para extrair hidrogênio da água, e agora descobrimos que isso também é possível e ainda mais eficiente, com ar poluído”, acrescentou. O hidrogênio pode ser facilmente armazenado e usado mais tarde como combustível.

A equipe ressalta que é apenas um “conceito”, mas que pode melhorar muito e ser lançado ao mercado. O dispositivo atual, por exemplo, é tem apenas alguns centímetros quadrados – dificilmente o suficiente para contrabalançar as emissões de carbono ou alimentar as luzes em nossas cidades.

Fonte: EngenhariaÉ

Energia Inteligente