Empresa brasileira testa método de pagamento de pedágio por aplicativo

A concessionária Triunfo Concepa, que administra um trecho de rodovias do Rio Grande do Sul, está testando uma maneira de facilitar o processo de pagamento de pedágios. Em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a concessionária começou a possibilitar que os viajantes paguem pedágio por meio de seu app.

Para pagar o pedágio dessa maneira, os usuários selecionam os trechos por onde vão passar e o aplicativo calcula qual o valor a ser pago. O usuário então paga antecipadamente pelos pedágios e recebe um QR code. Ao passar em uma cabine de pedágio, basta apresentar o QR code a um scanner para que a cancela se abra e seja possível seguir a viagem. O vídeo abaixo mostra como o método funciona:

O pagamento antecipado dos créditos de pedágio deve ser feito por meio de cartão de crédito, e é necessário pagar o valor integralmente no aplicativo. As transações são feitas por meio do sistema PagSeguro. Se na hora de passar pela cabine o usuário não tiver crédito suficiente, precisará pagar em dinheiro – não é possível dividir o pagamento entre os créditos do app e dinheiro. Por enquanto, só veículos de passeio podem usar esse recurso.

Siga bem, aplicativo

Segundo a Triunfo Concepa, as principais vantagens do aplicativo são a praticidade (já que não é necessário andar com dinheiro vivo) e a agilidade (pois é mais rápido escanear o código do que pagar em dinheiro e receber o troco). Como não é necessário informar a placa do carro na hora da compra, o crédito do aplicativo pode ser usado em qualquer veículo, contanto que a pessoa que realizou o pagamento esteja com seu celular.

Embora haja já métodos automatizados de pagamento de pedágio (como o Sem Parar), a concessionária diz que o sistema tem baixa adesão, e por isso as cancelas automáticas estão sem muito uso. Além disso, uma pesquisa de mercado revelou que 71,6% dos usuários do aplicativo da empresa adotariam esse método de pagamento se ele estivesse disponível.

O sistema está em fase de testes para avaliar a usabilidade do aplicativo e dos leitores de códigos QR, e também porque atualmente não há legislação específica para o pagamento de pedágios por esse meio. Caso ele seja um sucesso, é possível que o método se expanda também para outras concessionárias em outros estados.

Fonte : Olhar Digital

logo_pet2