Especial: Inovações tecnológicas que eram apenas ficção científica

Realidade aumentada, edifícios inteligentes ou Internet das Coisas eram, até há poucos anos, vislumbrados apenas no argumento de um filme. Confira alguns “Startups” que revolucionam o mundo tecnológico atual.

 

Desde o último século, muitas inovações futurísticas são retratadas em filmes e elementos da cultura pop. Porém, nos últimos anos o que antes era ficção, hoje real se faz. Na nova era tecnológica, muitas empresas tem investido seus recursos em projetos inovadores, que constituem-se nas startups. Em Qual filme de Steven Spielberg ou James Cameron, estas startups não são sucesso garantido nas bilheteiras do ecossistema empreendedor. E ainda têm uma grande diferença: o argumento é mesmo real. 

Internet das Coisas

A expressão “Internet das Coisas” (IoT – “Internet of Things”, em inglês) rapidamente nos leva para um cenário onde os objetos inanimados ganham vida. Bom, na verdade, é quase isso. Trata-se de uma rede crescente de dispositivos que utilizamos no quotidiano e que estão ligados entre si através da Internet, como eletrodomésticos, meios de transporte e outros aparelhos eletrônicos. Se até alguns anos atrás, isso era algo que só se via nos filmes do Homem de Ferro, a tecnologia de Stark hoje é uma realidade próxima e inovadora no mundo atual.

iStock_000025392371_MediumE se a coisa mais banal da nossa casa, como uma mesa, o chão, a parede ou a janela pudesse ganhar vida, tornando-se uma camada interativa? Esta é a missão de uma startup (empresa de tecnologia dedicada a inovações) dedicada à Internet das Coisas: a InteractiveTouch, que atua desde 2014 na área das tecnologias interativas e holográficas. Trocado por miúdos, a startup desenvolve sistemas de interação com o utilizador, através de gestos e toques, usando qualquer superfície. iWindow, iFloor, iKiosk, iCatalog e iSurface são alguns exemplos dos mais de 40 projetos já terminados.

No entanto, ainda vai mais longe: esta startup, sediada no Avepark – Ciência e Tecnologia, desenvolve já sistemas holográficos, uma técnica de registo de padrões de interferência de luz, que permitem apresentar imagens em 3D, projetos de realidade virtual e aumentada e aplicações móveis state-of-the-art. É caso para dizer que a InteractiveTouch toca no futuro das coisas.

Segurança de redes e Edifícios Inteligentes

A competitividade na área da programação, em particular nos códigos HTML e Javascript de aplicações inovadoras, é grande e geralmente associada a quantias avultadas de receitas. Não só os hackers podem roubar o código de uma aplicação, no qual a empresa investiu recursos humanos, tempo e dinheiro, e lucrar com ele ou mesmo disponibilizá-la gratuitamente no mercado. Por outro lado, nos casos de algoritmos específicos, os competidores podem aceder ao código e acelerar o desenvolvimento de um produto concorrente.

Gebäudemanagement mit dem Tablet: In vielen modernen Bürohäusern lassen sich Licht, Jalousien oder Türen zentral über das Internet steuern. Das bringt Effi zienzgewinne, birgt aber auch Gefahren.

A solução Jscrambler, criada pela AuditMark, sedeada no Porto, aumenta a segurança das aplicações, protegendo-a de outros olhares, e garante a propriedade intelectual, ao mesmo tempo que otimiza a performance do código, tornando-o mais pequeno e rápido de executar.

Uma startup lisboeta, IsGreen, desenvolveu um sistema de soluções que otimizam o consumo energético dos edifícios. A iluminação inteligente foi a primeira a ser desenvolvida.

Através de um simples smartphone e com tecnologia wireless, toda a iluminação de um escritório, um hotel ou garagem pode ser controlada à distância e automatizada: os equipamentos são ligados quando a energia é mais barata, a quantidade de luz é regulada consoante a hora do dia ou necessidade e todos os dados são agregados e enviados para um sistema neuronal alojado em aplicativo da microsoft, que os analisa e prevê perfis de uso e consumo. As vantagens deste novo conceito de iluminação são inúmeras, a começar pela redução da fatura energética, dos custos de manutenção e das emissões de gases de estufa de forma automática.

Realidade Virtual e Aumentada

A Realidade Aumentada pode ser entendida como a integração de informações virtuais a visualizações do mundo real (como, por exemplo, através de uma câmera). Atualmente, a maior parte das pesquisas em RA está ligada ao uso de vídeos transmitidos ao vivo, que são digitalmente processados e “ampliados” pela adição de gráficos criados pelo computador. Pesquisas avançadas incluem uso de rastreamento de dados em movimento, reconhecimento de marcadores confiáveis utilizando mecanismos de visão, e a construção de ambientes controlados contendo qualquer número de sensores e atuadores. Várias aplicações na a´rea são exploradas como os famosos “óculos” de realidade virtual, como o Google Glass, da Google.

Em 2015, a Microsoft, lançou um aplicativo HoloLens, um dispositivo de realidade virtual. Chamado de “computador holográfico”, o aparelho trabalha com hologramas e seu hardware é inteiramente voltado para interpretar gestos e vozes. Muito indicado para gamers, ele conta com uma CPU, uma GPU e um processador holográfico que inaugura uma nova categoria de componentes, o Holographic Processing Unit (HPU). Por fora, ele é composto por uma hastes de plástico e lentes pequenas, responsáveis por criar os hologramas. Já em seu interior, ele possui uma espécie de “tiara” flexível que serve para dar fixação ao aparelhohololens-medicina-2-1060x596, além de se movimentar em múltiplas direções. Seu preço e a disponibilidade no Brasil ainda não foram divulgados. Tudo isso permite que ele crie, acesse informações, ofereça entretenimento e formas de se comunicar.

A realidade virtual e aumentada já representa um grande avanço no estudo e exercício da Medicina, os hologramas do corpo humano auxiliam nos estudos e a realidade virtual e aumentada tem sido muito utilizada em cirurgias complexas e que exigem grande precisão. Também no meio militar, com a utilização de drones na monitoração de territórios, que permitem uma melhor visualização e precisão.

Inovação: a chave do mundo atual

showO mundo que hoje vivemos é um mundo em constante transformação, inúmeras inovações tem remodelado e reestruturado o mundo como o conhecemos. Cada vez mais a interação e conhecimento dessas novas tecnologias se tornam essenciais ao perfil de um profissional, bem como a busca por novas ideias e soluções, são o que marcam o atual mercado. A inovação é a “bola da vez”, e a interconexão de conceitos e ideias são a chave para o novo mundo tecnológico e global.

Fontes: Observador, Exame, Tecnoblog, Techtudo

logo-pet-2