Smart grid na agenda

O setor de distribuição de energia elétrica está às portas de uma grande mudança de paradigma tecnológico. A entrada das smart grids (redes inteligentes) representa uma verdadeira revolução no relacionamento entre as empresas distribuidoras e seus clientes, inclusive os residenciais.

Medidores inteligentes transmitindo informações on-line sobre o consumo, chaves telecomandadas que recuperam o sistema automaticamente, entre outras novidades, prometem um grande volume de informações que não são acessíveis com as atuais redes analógicas.

O curso desta evolução e as tendências tecnológicas trazidas com as smart grids serão tema da próxima edição especial do Invenção do Contemporâneo, do Instituto CPFL | Cultura. O encontro será nesta quinta-feira, 20 de fevereiro no Instituto CPFL | Cultura e também será transmitido ao vivo pelo www.cpflcultura.com.br/aovivo.

Carlos Henggeler Antunes, professor catedrático e diretor no Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, que também é diretor do Instituto de P&D INESC, de Coimbra, apresentará os efeitos potenciais desta mudança no negócio da distribuição. Segundo ele, a instalação de medidores inteligentes será um passo crucial na implementação do conceito da rede inteligente e dará origem a um enorme volume de dados disponíveis de grande valor tanto para as empresas como para seus clientes. O professor também fará comparações  com experiências na Europa e nos Estados Unidos, além de destacar os principais desafios e oportunidades geradas pela introdução de  tecnologias inteligentes.

Fonte: Ambiente Energia                                                                                                                                  logopet