Sem estudo, aposentado 'inventor' cria própria usina de energia em MG

Idoso chama atenção pela criatividade na zona rural de Cachoeira de MG.
Um dos orgulhos do morador é nunca ter pagado contas de luz.

Sem título

 

 

 

 

 

 

Um morador da zona rural de Cachoeira de Minas (MG) que estudou até o 3º ano do Ensino Básico chama a atenção pela criatividade. Com engenhosidade, habilidade e conhecimento de vida, Seu Guerzone, um legítimo homem do campo de olhos bem azuis e barbas longas, se orgula do apelido de inventor. Ele criou a própria usina de energia dentro de casa e se orgulha de nunca ter precisado pagar contas de luz.

Praticamente tudo que há dentro da casa do Seu Guerzone Sebastião Lopes funciona com a energia que é gerada dentro do sítio. Somente a geladeira à ligada à rede externa de energia. O sistema movido à água criado por ele, gerou energia pela primeira vez na roça na década de 1980. Mas bem antes disso, ele já havia conseguido levar iluminação para a roça, utilizando uma roda de Fusca.

“Eu coloquei a luzinha e o povo ia lá e rezava, lia jornal com a luzinha, eram duas lâmpadas de 12 volts. Com isso, acabou a lamparina”, se orgulha o aposentado.

Um dos orgulhos do aposentado é a forma com que liga e desliga a luz a partir de uma cordinha que ele controla deitado na própria cama. Basta ele puxar a cordinha que ele desliga o sistema de luz de toda a casa. Para voltar ligar, é só puxar a cordinha novamente.

A mulher do Seu Guerzone acha que ele na verdade é louco. “Eu falo que ele é louco, isso eu acho até hoje. Ele fica a noite pensando no negócio e no outro dia vai lá mexer”, diz a Dona Maria das Dores Lopes.

Seu Guerzone diz que tudo isso é fruto de um sonho de criança.

“Quando eu tinha 10 anos e brincava de estilingue com a criançada, eu já falava que um dia eu ia casar e viria para cá para montar a minha própria usina de energia. E virou verdade. O povo fala que eu sou inventor, nem sei se sou. Eu penso e faço, e é difícil eu errar”, dá o recado o aposentado.

 

 

Fonte: G1logopet