Engenheiros suíços desenvolvem painel solar flexível

Na Suíça, engenheiros da Escola Politécnica de Zurique (ETH) desenvolveram um painel solar flexível, uma tecnologia que promete baixar muito o preço da energia solar. A planta-piloto da fábrica responsável pela produção desses painéis já foi inaugurada pela empresa emergente Flisom, fundada pelos pesquisadores com suporte do governo suíço e com investimentos privados.

O novo material é formado por componentes que são aplicados na forma de tinta sobre uma folha de plástico flexível, o que dá uma aparência de “filme fino” aos painéis. Já as células solares propriamente ditas são feitas de uma liga semicondutora de cobre-índio-gálio-(di)selênio.

A produção dos painéis é feita em alta velocidade través de processo contínuo conhecido como rolo a rolo. A fábrica responsável tem uma capacidade de produção de 15 MW (megawatts) de painéis solares, na forma de rolos de um metro de largura.

Os responsáveis pela novidade esperam fabricar painéis solares flexíveis com custos abaixo de € 0,35/Wp (potência de pico). O produto pode ser colado sobre diversos tipos de superfície, incluindo bases rígidas. Eles apresentam uma eficiência geral de conversão da luz solar em eletricidade de 16,7%

Fonte: Ambiente Energia

Logo Pet 2