Abertura das três calhas vira atração e Itaipu bate recorde de visitação

Mais de 10 mil pessoas lotaram os mirantes para ver o espetáculo

itaipu_120809_ascomitaipu_0A abertura das três calhas do vertedouro da hidrelétrica de Itaipu, na fronteira do Brasil com o Paraguai, atraiu um público recorde à usina. Até as 17h deste domingo (22), mais de 10 mil pessoas passaram pela atração.A vazão nas 14 comportas passou de 11 mil metros cúbicos de água por segundo, o equivalente ao volume médio de oito Cataratas do Iguaçu. Essa água é excedente, isto é, não pode ser usada para a geração de energia elétrica, porque o reservatório está no nível máximo.

Nos dois lados do atrativo, em Foz do Iguaçu, no Brasil, e em Hernandárias, no Paraguai, moradores da região e turistas de todos os cantos do mundo lotaram os dois mirantes do vertedouro para registrar em imagens o vertimento, que virou uma grande atração.

“A cada evento, os moradores tem comparecido em grande número. Organizamos uma logística especial para atender turistas e moradores de Foz e região. Mais de 25 ônibus foram mobilizados para fazer o leva e traz das pessoas até do Mirante Central até o vertedouro”, comentou o superintendente de Comunicação Social, Gilmar Piolla.

O aposentado Ivo Santos, que trabalhou durante 35 anos na usina e viu pela primeira vez o vertedouro aberto, em 1982, levou a família para assistir ao vertimento com três calhas abertas. “É como se eu tivesse voltado no tempo. Naquela época, eu estava trabalhando e foi bem impactante, ver aquele vertimento. Hoje, estou aqui com a minha família reunida, é uma emoção diferente, mas Itaipu sempre no surpreende, ainda mais numa oportunidade como essa. Não poderia perder”, afirmou Ivo.

Vertimento

A Itaipu abriu as três calhas neste domingo para testes operacionais. O vertimento começou às 10h e prosseguiu até pouco mais das 14h. O máximo de vertimento chegou a 11.158 metros cúbicos de água por segundo, pela manhã. A vazão permanece em uma das calhas pelo menos pela próxima semana.

Assista ao Vídeo.

Fonte:  Jornal do BrasilLogo Pet 2