USB-C une energia e dados em um só cabo

 

Quando associado ao USB 3, o conector Tipo C consolida todas as conexões em um só cabo: dados, áudio, vídeo e energia para alimentar o computador.

Em feiras de tecnologia como CES, IFA ou mesmo MWC, mais voltada ao mercado de telefonia, não faltam projetos de móveis com carregamento sem fio embutido e serviços que gerenciam seus arquivos na nuvem. Ainda assim, seguimos dependentes de cabos para carregar grande parte dos nossos equipamentos e também para transferir músicas em alta definição ou mesmo fazer backup do PC. A nuvem é grande, mas não é infinita, e os carregadores sem fio até existem, mas ainda precisam de uma tomada. Mas antes que você se contente com acessórios de organizar cabos, saiba que existe uma novidade que está se tornando padrão da indústria e vai facilitar a sua vida: o USB-C.

Já visto em alguns smartphones anunciados na Mobile World Congress de 2016, evento realizado em Barcelona, na Espanha, o USB-C é um caminho sem volta para fabricantes também de computadores pessoais portáteis. A primeira vantagem do USB Tipo-C, como também é chamado, é simples, mas nem por isso menos interessante. Diferente do microUSB ou mesmo do USB convencional que estamos acostumados a encontrar em mouses e teclados, o USB-C é reversível. Logo, bem mais fácil de usar uma vez que não existe lado certo. O conector desse padrão tem um formato arredondado que permite que o usuário encaixe-o nos pinos do equipamento de qualquer lado.

Hoje, existem no mercado no mínimo seis tipos de Universal Serial Bus: USB Type-A, USB Type-B, Mini-USB Type-A, Mini-USB Type-B, Micro-USB Type-A, e Micro-USB Type-B. Foi pensando em simplificar tudo isso que a USB Implementers Forum, ou USB-IF, lançou o Type-C, conector que substitui os tipos A e B em todos os seus tamanhos existentes, normal, mini ou micro. O objetivo é que exista uma só versão para quase todos os eletrônicos, colocando fim aos carregadores proprietários do passado, cujo conectores pareciam iguais, mas eram sempre diferentes.

blog2

A reversibilidade é muito legal, mas há outras vantagens. O Tipo-C é compatível com o USB 3.1, a mais recente e rápida versão da tecnologia. Isso quer dizer que a troca de dados poderá chegar a uma velocidade de 10Gbps, com 20 Volts (100W) e saída de 5A. O Tipo-C permite ainda que os dois aparelhos conectados troquem energia um com o outro, ou seja, você poderá carregar seu smartphone com o tablet e vice-versa (desde que eles tenham energia, é claro).

A chegada do Tipo-C também promete deixar os aparelhos mais finos, pois o conector tem entre 2,5 mm e 8,3 mm de altura. Desde o cabo P2, comum em fones de ouvidos, que os usuários não viam uma entrada realmente universal.

Thunderbolt 3, a contribuição da Intel

Antes mesmo que o USB-C aparecesse nos smartphones da MWC 2016, a Intel anunciou sua contribuição para este mercado ainda em 2015, na Computex, feira realizada em Taiwan: o Thunderbolt 3. Partindo do conector USB-C, totalmente reversível, e da especificação USB 3.1, a Intel criou o Thunderbolt 3, o qual fornece a maior largura de banda criada para cabo convencional até hoje, com 40 Gbps. Isto significa que a nova versão dobra o desempenho da sua antecessora e é quatro vezes mais rápida que a USB 3.1 (10 Gbps), permitindo a conexão mais versátil e rápida com qualquer outra porta, monitor ou periférico, incluindo aí bilhões de dispositivos USB.

A partir de agora, o usuário que comprar um equipamento compatível poderá ter um único cabo para o computador, smartphone ou tablet. Se todos estiverem equipados com USB-C, a transmissão de dados e de energia poderá ser feita sempre pelo mesmo cabo. A tecnologia Thunderbolt 3 consegue conectar até dois monitores 4K a 60Hz ao mesmo tempo (ou um monitor 5K, também a 60Hz). Também oferece carregamento ultrarrápido de até 100 W para smartphones, tablets ou notebooks.

“O Thunderbolt 3 é o paraíso das portas de computador, fornecendo largura de banda para conectar dois monitores 4K, processamento e carregamento rápido e eficiente para portáteis”, disse Alan Markham, gerente de marketing de produto da Intel em comunicado sobre a Computex 2015. “Cumpre a promessa da USB-C reversível para acoplamento de um único conector e muito mais. Ela também é mais confortável, menor e suporta até bilhões de diferentes portas USB”, acrescentou o executivo.

Fonte: Intel iQ Brasil

2