Desenvolvido na UFSM, primeiro microcontrolador brasileiro é reconhecido oficialmente

De forma inédita no Brasil, o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) reconheceu o microcontrolador ZR16S08 como Produto Nacional. A Portaria 939 do MCTIC, publicada no dia 27 de fevereiro no Diário Oficial da União, estabelece que o ZR16S08 é um componente eletrônico semicondutor desenvolvido no Brasil. Os desenvolvedores são a Santa Maria Design House (SMDH), ligada à Fatec e ao Grupo de Microeletrônica da UFSM (GMicro), a Chipus Microeletrônica S.A. e a C&P Projetos Eletrônicos LTDA.

Este é o primeiro microcontrolador brasileiro com design e arquitetura proprietária, fato considerado uma grande conquista na área da microeletrônica brasileira. O chip pode ser usado para as mais diversas aplicações devido a sua grande versatilidade e facilidade de programação.

Esse microcontrolador genuinamente brasileiro pode se tornar, a curto prazo, uma alternativa aos chips importados. O Brasil é um país altamente importador de semicondutores, com déficit anual na casa dos US$ 20 bilhões. Além disso, existem linhas de financiamentos no BNDES que privilegiam produtos que tenham em seu interior chip reconhecidamente nacional, através de incentivos financeiros com juros menores e carência, como é o caso da área de iluminação.

A SMDH é uma Design House sem fins lucrativos ligada à Fatec e ao UFSM/GMICRO, cujo papel neste projeto foi o desenvolvimento de todos os circuitos integrados digitais. A Chipus desenvolveu os circuitos analógicos e a C&P desenvolveu a arquitetura.

Fonte: UFSMlogo_pet2

É sério isso? Vai sair deste artigo sem deixar seu comentário? Comente aí!